Pintando o Cabelo Em Casa: A Tintura

Essa semana perguntei lá no Face  (AQUI) quem pintava o cabelo em casa e um monte de gente respondeu dizendo que sempre fazia lambança.

Daí, tive que  correr na Vivi pra que ela desse algumas dicas, porque né, quanto menos desastres capilares, melhor será!

A Tintura

Escolher a cor é um exercício que requer muita paciência, porque a cor que está lá na caixinha não é a cor que estará no seu cabelo.

tintura cabelo 600 12 03 12 - Pintando o Cabelo Em Casa: A Tintura

Em algumas caixinhas há, na lateral, um esquema que vincula a cor atual com a cor do resultado final, mas esse esqueminha não é lá muito confiável, embora possa dar uma noção da cor final, porque tudo depende do estado e da cor do seu cabelo.

O ideal é fazer o teste da mecha antes, pra ver como a tinta escolhida reagirá no seu cabelo e se é essa a cor que você quer ou não.

Tintura Permanente ou Tonalizante?

Eis outra dúvida que consome um monte de gente…

Simplificando,  os tonalizantes possuem um resultado de curta duração, já que, devido a ausência de amônia, os pigmentos de cor não penetram profundamente nos fios.

Vale ressaltar que  não dá pra clarear um cabelo apenas com tonalizante.

A tintura permanente substitui os pigmentos existentes no fio, exigindo apenas o retoque de raiz.

Lembrem-se que tinta não clareia tinta, certo?

Como Escolher a Tintura?

Aqui a regra de  “o barato pode sair caro” é válida, pois a maioria das marcas vendidas nas farmácias são ruins demais!

O cabelo loiro já é mais fragilizado, então, o mínimo que você pode fazer é comprar uma tintura de boa qualidade, que nem é tão cara.

Procurem fórmulas enriquecidas com nutrientes que tratem e protejam os fios, o que reduz a agressão.

Segue no próximo post!

beijos

Ju

[email protected]

Vote no artigo

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo está protegido por direitos autoriais.