O Cabelo Manchou, e Agora?

Qual loira nunca passou por isso? Não conheço! Existem riscos no salão, mas o mais comum é que isso ocorra quando a gente inventa de pintar os cabelos em casa pois não conseguimos pintar uniformemente todas as áreas da cabeça e, para piorar, espalhamos o shampoo massageando como se fosse um shampoo, o que só pode ser feito no final, já na hora do enxágue.

Para pintar é preciso ser rápida, pois que abrimos o tubinho de tintura e misturamos com o oxidante já começa a reação do produto, que precisa ser aplicado imediatamente.

Já falei aqui sobre a forma correta de pintar os cabelos, mas não custa repetir, né? Primeiro a gente pinta a parte de trás e depois a parte da frente, tomando cuidado  com a raiz, que deve ser a última coisa a ser pintada porque como a circulação nessa região é intensa, a tintura reage mais rápido.

Esse erro na ordem de coloração mancha os cabelos, assim como mancha os cabelos aplicar a tintura no comprimento do cabelo quando deveríamos retocar só a raiz.

Muitas vezes a raiz fica muito mais clara que o resto dos fios e a pessoa aplicou a tintura na ordem certa. O que aconteceu? Aconteceu que antes de pintar é preciso observar a cor base dos fios, que pode acabar gerando uma variação de meio tom na cor, deixando a raiz meio tom mais clara ou meio tom mais escura.

Para consertar e igualar o tom é preciso cobrir o cabelo com uma cor mais escura, pois querer igualar pela parte clara, com uma cor clara, vai manchar mais ainda já que tinta não clareia tinta.

Pode-se cobrir com uma cor e abrir mechas, mas isso depende do estado atual do cabelo que, quase sempre, precisará de um tratamento de choque para não ficar ainda mais estragado.

Antes de passar por esse transtorno, e justamente para não passar por esse transtorno, deve-se analisar o cabelo ( resistência, compatibilidade química e fundo de coloração) antes da coloração.

Aqui a escolha correta do oxidante, bem como a sua volumagem, são de fundamental importância para não causar manchas e clareamento insuficiente.Isso acontece muito quando vamos pintar o cabelo de loiro e usamos oxidante de baixa volumagem ( eu só uso vol.40). O resultado são fios mais escuros, o que pode ser ainda pior se o cabelo for grosso e, consequentemente, mais resistente ao clareamento.

Estão vendo como é complicado? As vezes o barato sai caro, viu?

Amanhã tem mais!

Beijos

Ju

2 Comments

  1. ROSA MARLIZE

    21 de janeiro de 2013 at 16:36

    MEU CABELO E CASTANHO E FIZ MENCHAS LOIRAS SO QUE O ACABELO ESTA CRESCENDO E COM ISSO ESTA VINDO CABELOS BRANCOS COMO POSSO RETOCAR SO A RAIZ PARA NAO MANCHAR OS LOITOS

  2. Amanda Kreves

    6 de dezembro de 2011 at 9:04

    Como você falou se seu cabelo não estiver em condições é necessário primeiro de um tratamento de choque para cauterização e reconstrução profunda dos cabelos que estão extremamente danificados e enfraquecidos pelas químicas. A linha Midollo di Bamboo da Alfaparf, possui extratos botânicos do miolo de bambu associados às proteínas hidrolisadas em altíssimo percentual e preciosos óleos minerais que alcalçam as partes mais profundas do cabelo, garantindo uma reparação nas três dimensões da estrutura: Os danos são reparados, a coesão entre a cutícula e a camada interna do fio é restabelecida e a superfície capilar é reforçada dando elasticidade e brilho. Com essa linha até os cabelos nas piores condiçoes retornam a um ótimo estado: fortes e brilhantes com resultados desde a primeira aplicação. #ficaadica

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *