in

Dossiê da Coloração

São tantos os tipos de coloração existentes que a gente acaba se perdendo, não é mesmo? Pois resolvi fazer um post sobre isso para acabar logo com nossas dúvidas!

As colorações podem ser de três tipos:

  • Vegetais
  • Metálicas ou Progressivas
  • Sintéticas

As colorações vegetais são aquelas derivadas de pigmentos de plantas e agem recobrindo a cutículo do fio, penetrando superficialmente no córtex .

São exemplos de coloração vegetal a henna e a camomila, dentre outras.

A henna em forma de pó  é  uma mistura de folhas trituradas de um arbusto africano. Pode ser preparada diluída em água quente e age em aproximadamente 40 minutos, resultando em uma cor que varia do vermelho vivo até o acaju escuro.

A tintura de camomila deriva das folhas moídas de camomila e origina um tom dourado que pode ser obtido após várias aplicações.  Pode-se utilizar também o chá de camomila para obter reflexos dourados, mas as tinturas naturais de camomila apresentam um resultado melhor.

As tinturas vegetais são mais suaves, sobretudo a de camomila, pois não contem água oxigenada nem amônia.

As colorações metálicas ou progressivas são à base de sais metálicos, chumbo ou prata, e vão alcançando a cor desejada aos poucos. Sua ação deve-se a uma reação entre os sais metálicos e o enxofre do cabelo, obtendo um sulfeto metálico de cores mais escuras, que fixam externamente no fio do cabelo.

O tom obtido nessas colorações são sombreados e não uniformes, e o resultado é bem sutil.

No post de amanhã falo sobre as colorações sintéticas, certo?

Beijos

Ju

julianalopes@cabelosloiros.com.br

Facebookhttps://www.facebook.com/JuLopesPE

2 Comments

Leave a Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Remoção de Pigmentos

Dossiê da Coloração -Parte 2