Saiba tudo sobre as mechas 3D

Você com certeza já ouviu falar nas mechas 3D, mas sabe mesmo o que elas significam? Qual o tom certo, como pintar, que imagem passam? Para decifrar essa técnica de pintura que está cada vez mais famosa, é preciso começar do começo: o efeito 3D do cinema quer dizer profundidade na tela, um efeito imaginário, uma dimensão diferente do normal. No cabelo, é quase a mesma coisa! Com três tons diferentes, você cria uma profundidade no fio, causando uma imagem mais “para dentro” e dando a impressão que existe mais cabelo que o normal.

Leia também: Passo-a-passo Mechas 3D

A técnica ganhou este nome justamente por dar esse efeito tridimensional ao look. São sempre três cores que cabeleireiro escolhe a partir de uma avaliação do tom que está a sua raiz e a cor da sua pele, para criar uma harmonia e o resultado ser mesmo de profundidade. Mas não pense você que as mechas 3D são marcadas e bem definidas. É justamente ao contrário: a mudança de cor no fio precisa ser suave para dar uma textura perfeita e aumentando o volume do cabelo só com o jogo de sombra e luz provocado pelas cores nas mechas.

A moda começou nos Estados Unidos e chegou ao Brasil no ano passado e pretende continuar por mais bons meses. A primeira atriz a aparecer com essa técnica foi a Milena Toscano, seguida pela Giovanna Ewbank e depois pela Fernanda Vasconcellos. Daí então, diversas famosas incluíram no seu visual a tendência. A técnica pode ser feita em mulheres com cabelos lisos, mas fica ainda mais ilusionista quando é aplicada em cabelos cacheados por conta das ondas, que ajudam a dar profundidade. É recomendado um corte mais repicado, que realce o movimento e ajude a realçar a tintura 3D.

O grande segredo desta técnica, que deve ser feita apenas em salões de beleza e não em casa, é pintar as mechas laterais (que ficam próximas ao rosto) em um tom mais escuro, assim, quando alguém olha para você, verá um fundo escuro, que dará a sensação de aumentar o volume dos seus cabelos. Além disso, a cor mais escura nesta parte do cabelo ajuda a deixar o rosto mais fininho, disfarçando as bochechas.

A cor das mechas vai depender da avaliação do profissional e da cor que está a sua raiz. Os três tons escolhidos sempre formarão um degradê, compondo um tom sobre tom que não fuja muito do mais claro para o mais escuro. A raiz sempre fica natural e a tinta pode ser passada no sentido vertical ou horizontal do cabelo. As mechas 3D são feitas com papel e sempre é necessário deixar cerca de 3 a 7cm da raiz, dependendo do comprimento do fio. Isso também ajuda a criar uma profundidade ao fio, que vai parecer mais comprido e volumoso.

Na hora da pintura, é importante mesclar os tons conforme as mechas do cabelo, sempre passando do mais escuro e deixando o mais claro nas pontas. Lembre-se que esse claro não pode se destacar tanto e ficar parecido com as mechas californianas. É importante, depois da tintura, fazer uma hidratação para manter a cor e o brilho no cabelo.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *