Queda Capilar: Como combater?

Olá pessoal, tudo okay?

Hoje vou ensinar pra vocês, como combater a queda capilar.

qued1 - Queda Capilar: Como combater?

Na verdade, a queda capilar possui diversas causas vindas de diversos fatores, como estresse, dietas muito rígidas, e principalmente alterações hormonais e herança genética.

Com a queda capilar mais constante, a impressão que fica é a  de que os fios ficam cada vez mais ralos, com menos volume (isso é bom, mas não desse jeito). Cada faixa etária contém seus problemas típicos relacionados a queda capilar.

Entre os 10 anos:

Não é muito comum, afinal, os fios estão em desenvolvimento do bulbo para o crescimento. Caso aconteça, procure um tricologista.

 

Entre os 20 anos:

Aqui já temos um índice notável de pessoas que podem enfrentar o tão desagradável problema da queda capilar. São várias as causas possíveis, como as dietas muito rigorosas (como falei lá em cima) e também o uso de anticoncepcionais que aumentem muito o nível de hormônio masculino.

A indicação para esses casos é sempre de ir procurar um bom profissional, mas já em casa, é muito mais do que indicado a ingestão de alimentos ricos em vitaminas (A, B, C, E…) e sais minerais (magnésio, ferro…). Procurando um médico, ele possivelmente indicará a ingestão de pílulas ou suplementos a base destes itens.

Também é indicado o uso de cosméticos que estimulem a circulação capilar. Eu uso a máscara Jaborandi da L’officer Professional, e a adoro! Funciona mesmo! Pois acreditem, estive tendo um problema de queda recentemente, que foi-me ocasionado a partir de um tonalizante mal sucedido.

 

Entre os 30 anos:

Um dos grandes e predominantes fatores que podem ocasionar a queda capilar neste tipo de cabelo, é o estresse! O efeito que possa ser temporário, acaba ficando mais recorrente e evidente quando nesta faixa etária, as pessoas que estejam com o problema tendem a lavar menos os fios, ou ainda molhar menos. Isto porque os folículos capilares ficam cada vez mais oleosos e sujos, ficando obstruídos.

É bom utilizar um shampoo anti resíduos de 15 em 15 dias, e já terá um auxílio contra este problema. Sempre acompanhado de máscaras de tratamento, ou pelo menos condicionador.

Na gravidez também é normal a perda capilar, pelo fato hormonal. E afinal, há um outro ser ali dentro absorvendo o que você tem pra ele! Mas o problema acaba ao fim do estágio da gravidez.

 

Entre os 40 anos:

Os folículos capilares, nesta idade, começam a ficar mais espaçosos entre um e outro, e também ficarem mais fechados, o que gera fios cada vez mais finos, com mais riscos de danos e quebra. Também surgindo mais constantemente, aqueles lindos fios brancos, que já são mais fracos e rebeldes naturalmente, e tendem a ser ainda mais sensíveis e potencialmente danificáveis pelas ações químicas, climáticas e mecânicas. Mas mesmo assim, sempre tacam a tintura, não é? ;]

O que você deve fazer é dar uma nutrida no couro cabeludo! Lembram das postagens sobre os óleos vegetais que eu fiz por aqui? Então, alguns deles são inclusive indicados e muito corriqueiramente utilizados para este tipo de problema. Também sendo inevitável o uso de máscaras, para a manutenção do brilho, maciez e força dos cabelos.

Também, consulte um médico, que te indicará bons estimulantes da microcirculação do couro cabeludo.

 

Entre os 50 anos:

Aqui já começam os problemas capilares originários de uma possível herança genética. Estes que podem ficar cada vez mais intensos e notáveis… Em mulheres, na fase da menopausa, os fios ficam cada vez mais finos, podendo quebrar mais facilmente, como inclusive caírem.

É indicado então, consultar um dermatologista, para indicar estimulantes da microcirculação sanguínea do couro cabeludo, ou ainda em alguns casos, o uso de um vasodilatador, para ajudar aos folículos capilares, mantendo sua função efetiva e em funcionamento constante e correto.

 

Natural x Tecnológico

Como já disse, vocês também têm a opção de apelar para os óleos vegetais, que tem algumas indicações aqui no CL; inclusive alguns sendo utilizados há anos e gerações para este problema. Mas há quem prefira a tecnologia. E neste caso, existem tratamentos a laser para o auxílio da queda capilar. Este que estimula alguns dos folículos capilares, fazendo com que assim, eles absorvam e retenham cada vez mais nutrientes necessários para o bulbo capilar, favorecendo assim o crescimento de novos fios, mais fortes e brilhantes.

 

Abraços.

F.

 

Vote no artigo

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo está protegido por direitos autoriais.