Máscaras Capilares: Benefícios e Funções

Olá pessoal, tudo okay?

Hoje vou falar pra vocês sobre as máscaras capilares, seus benefícios e suas funções.

mas1 - Máscaras Capilares: Benefícios e Funções

As máscaras capilares são basicamente indicadas para uso de tratamento e hidratação capilar. A função básica delas é a de recuperar os cabelos mais danificados, ressecados, quebradiços ou opacos, e aos poucos foram sendo introduzidas ao marcado mais tipos de máscaras para mais tipos de cabelos, adaptando-as ás necessidades e condições específicas de cada tipo de cabelo ou problema capilar. Algumas mais amaciam, outras mais dão brilho, outras dão mais força, outras mais dão maleabilidade e assim sucessivamente. Cada uma é geralmente diferente uma da outra. Algumas delas atuam selando a cutícula dos cabelos, para proteção do córtex capilar e para a manutenção dos ativos dentro dos fios.  Como disse no artigo sobre os cosméticos capilares:

“Cada um desses milhares de cosméticos contém em suas formulações matérias primas diferenciadas. Por isso, é normal encontrar um “shampoo de queratina” ao lado de um “shampoo de óleo de coco”, pois cada um deles tem uma formulação diferente, e vão agir nos cabelos de forma completamente diferente. Seu uso e sempre indicado, cada qual, para um tipo de cabelo, por exemplo Isto pois por cada formulação desempenhar um papel diferenciado, aquela matéria prima ativa na fórmula, vai funcionar melhor em um tipo de fio, e talvez (ou não) não muito em outro (há exceções). Como uma pessoa que tem cabelos extremamente oleosos ficar utilizando-se de vários produtos á base de óleos vegetais, não vai dar certo.”

Confira o post na íntegra, aqui.

 

As máscaras capilares, no geral, possuem uma ação mais condicionante do que um condicionador (mas há exceções), contendo um potencial mais hidratante do que eles, auxiliando na melhora da retenção hídrica dos cabelos; outras tendo boa função lipídica mantendo e atuando melhor na área externa dos fios, as cutículas/escamas dos cabelos. Grande parte delas contém proteínas, que ajudam a reparar danos dos fios. As que são focadas em proteínas e/ou aminoácidos, são as máscaras reconstrutoras, que são de uso devido exclusivo a fios danificados e/ou quimicamente tratados.

As máscaras são tratamentos intensivos, mas variáveis, algumas são indicadas para uso mensal, outras quinzenal (de quinze em quinze dias), outras semanal (uma vez por semana), algumas permitem o uso de duas ou três vezes por semana, e algumas outras de uso podendo ser até diário, sendo estas últimas indicadas nos seus devidos rótulos para “serem utilizadas quando for necessário”.

Elas são geralmente utilizadas por pessoas que querem demonstrar uma melhor aparência nos fios, seja por brilho, maciez, efeito mais liso, mais movimento, ou apenas por questão de efeito saudável nos mesmos. É relativo o motivo do uso, indo desde a fatores psicológicos e emocionais, a apenas uma questão estética de vaidade, variando de pessoa para pessoa. Eu no caso, é por todos, mas principalmente pelo último! hahaah’

Atualmente, muitas pessoas, tanto homens quanto mulheres (mas indiscutivelmente principalmente elas) consideram os fatores brilho e maciez como essenciais e indispensáveis a seus cabelos, ou ainda, aos cabelos de segundos e terceiros, indicando o uso destes produtos para pessoas próximas de si.

Nos salões de beleza é normal você entrar em um deles e ver um processo de tratamento ou hidratação sendo realizado. Desde os mais simples processos, aos mais intensivos tipos de rituais capilares, indo do uso de apenas dois produtos, ao uso de uns seis ou sete, bem variável (pra mim, quanto mais melhor). Principalmente quando se tem um cabelo quimicamente modificado, o uso destes tratamentos são excepcionalmente mais frequentes e regulares, sendo praticamente que uma necessidade, pelo fato dos fios se apresentarem mais sensíveis e porosos (entre outros variados tipos de problema) com uma frequência e estimativa muito mais frequente que um fio em estado saudável ou ainda de um fio virgem, sem química nenhuma ou sem nenhum tipo de dano muito ou pouco aparente.

Há uma infinidade de tipos de máscaras, assim como vários tipos de cosméticos, o que as vezes (e normalmente) pode chegar muito bem a confundir os consumidores com o fato de qual delas comprar, as vezes inclusive, confundindo até alguns profissionais em qual usar em determinado tipos de cabelo e caso.

Por isso, mais uma vez indico que se escolha e adapte um tipo exato de máscara (e produto) ao seu tipo e estado de cabelo!!

 

Abraços.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo está protegido por direitos autoriais.