Evite O Corte Químico!

Ontem eu dei uma receita que recuperar os fios depois do corte químico, mas é preciso que a gente fique atenta antes de fazer qualquer química para que isso não aconteça. Pequenos cuidados trazem MUITOS resultados nesses casos, portanto anotem as dicas!

A primeira coisa que devemos fazer antes de realizar qualquer procedimento químico no cabelo é o teste da mecha, pois é ele quem vai mostrar o grau de fragilidade do cabelo e se ele aguenta ou não receber a química.

O teste da mecha identifica os possíveis problemas antes que eles aconteçam.

Além disso, é imprescindível verificar a compatibilidade da química que a gente já possui com a que a gente quer fazer, pois o uso de químicas incompatíveis é uma das principais causas de corte químico.

Vou dar umas dicas básicas de compatibilidade para vocês, tá?

O tioglicolato é compatível com o próprio tioglicolato e com a coloração. É incompatível com a guanidina e com o hidróxido de sódio.

A guanidina é compatível com a própria guanidina e com a coloração, desde que seja sem amônia. É incompatível com o tioglicolato e com  o hidróxido de sódio.

O hidróxido de sódio só é compatível com ele mesmo e não aceita nem coloração.

A coloração é compatível com a guanidina, com a própria coloração e com o tioglicolato. Só é incompatível com o hidróxido de sódio.

Não é possível dizer se as escovas progressivas são compatíveis ou não com essas químicas, pois não existe uma fórmula padrão, então tudo tem que ser analisado caso a caso, por isso todo o cuidado é pouco!

Sempre que fizer uma química no cabelo pergunte ao profissional quais são as substâncias presentes nessa química e anote, pois assim você  pode evitar que se misture substâncias incompatíveis, que, se misturadas,  podem resultar  em corte químico.

Se o profissional, ao analisar seu cabelo, afirmar que o mesmo não possui resistência para aguentar a química pretendida, acate o conselho e invista em tratamentos para recuperar os fios. Eu digo isso porque sou o tipo de pessoa que quando quero fazer algo  descubro quem me diga sim, mesmo sabendo que não deveria fazer, e isso já me trouxe MUITOS problemas.

Essas dicas simples são extremamente valiosas e a gente precisa saber cada uma delas para evitar o desastre que é um corte químico!

Beijos

Ju

Vote no artigo

3 Comments

  1. Sabrina

    17 de setembro de 2011 at 9:00

    Oi!
    Eu fiz esses dias atrás eu fiz selagem térmica, mas na verdade queria fazer escova progressiva,porem o meu cabelo não estava bem, por isso ela me indicou a selagem, bem ainda não lavei (pq faz um dia q fiz rsrs) espero q tenha ficado bom, mais mesmo sem lavar meu cabelo ta macio com brilho e mto hidratado espero q qndo lavar ele permaneça assim.
    Bjos

  2. Claudia Anderson

    17 de setembro de 2011 at 3:51

    Olha só a Guanidina não é compatível com coloração permanente,ok,apenas com os tonalizantes,foi por teimar em passar a tintura permanente em cima de um cabelo com relaxamento a base de guanidina que sofri o corte quimico !!!

    • Ju Lopes

      17 de setembro de 2011 at 16:47

      Flor, eu vou fazer um post sobre cada ativo explicando o que pode e o que não pode. A guanidina é compatível com tinturas livres de amônia e de chumbo ( Henna).
      Beijoss

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *