Dano x Porosidade x Ressecamento

Você sabe a diferença entre dano, porosidade e ressecamento?

Danos do cabelo loiro

Dano x Porosidade x Ressecamento

Diariamente os cabelos, sejam eles loiros ou castanhos, sofrem com agressões, seja por causa da mistura de procedimentos químicos, das ações externas do meio ambiente ou do vapor quente dos aparelhos eletrônicos. Por causa disso, surgem vários problemas capilares, dos quais se destacam o dano, a porosidade e o ressecamento.

Contudo, muitas mulheres se confundem na hora de diferenciar o que é dano, o que é porosidade e o que é ressecamento, motivo pelo qual podem tratar diariamente as madeixas de forma errada e terem a sensação de que nada está funcionando ou simplesmente deixam de tratar diariamente as madeixas, o que não é ideal para quem possui cabelos loiros descoloridos, devido às agressões da reação entre a água oxigenada e o pó descolorante. Existem produtos formulados especificamente para cada tipo de problema capilar que foi citado. Então, qual é a diferença entre o dano, a porosidade e o ressecamento?

Dano

Quem faz alisamento, banho de brilho, tintura e tonalização geralmente possui cabelos porosos e ressecados, mas não danificados, como acontece com quem possui os cabelos loiros descoloridos. Os danos costumam piorar quando a água oxigenada e o pó descolorante são associados à escova progressiva ou aos demais tratamentos capilares citados. O tratamento reconstrutor é o indicado para tratar os cabelos danificados, que também são porosos e com ressecamento, sendo que o mesmo não é indicado para quem possui as madeixas saudáveis, sob o risco de fazer um efeito contrário indesejado. Quem possui os fios danificados precisa investir em reconstrução para não perder cabelo por corte químico, ou seja, a quebra dos fios desde as raízes ou desde o comprimento, ou ainda para não ter que cortá-lo e deixá-lo crescer saudavelmente, quando faltam elasticidade nos fios. Para saber se o seu cabelo loiro está danificado, basta puxar um fio levemente, observando se o mesmo quebra ou volta.

Porosidade

Quem realiza procedimentos químicos nos cabelos, como, por exemplo, alisamento, banho de brilho, descoloração, tintura e tonalização, está mais sujeita a sofrer com a porosidade capilar. Os cabelos porosos se caracterizam por fios que perdem massa por causa das reações químicas dos produtos, que alteram a estrutura das fibras capilares. Os fios, com massa perdida, ficam cada vez mais finos e mais fracos, motivo pelo qual tendem a serem rompidos quando são desembaraçados com as mãos ou com o pente. É o famoso efeito chiclete, que ainda pode se transformar no temido corte químico. No caso dos cabelos loiros, a porosidade deixa as madeixas embaraçadas, com nós nas pontas, além das cutículas abertas, que levam embora todos os nutrientes e toda a umidade natural dos fios. Quando as cutículas não estão seladas, aliados ao ressecamento, os cabelos tornam-se difíceis de serem alisados ou tratados, pois absorvem todos os produtos.

Ressecamento

Todos os cabelos, tanto os cabelos que são virgens quanto os cabelos que são quimicamente tratados, ficam ressecados por causa das agressões externas do meio ambiente (como o cloro, a poluição, a poeira, o sal ou o cloro) e por causa dos aparelhos eletrônicos com calor térmico (como a chapinha, o secador ou o babyliss). O ressecamento é o problema de menor desgaste para os fios, sendo mais fácil de ser tratado com produtos capilares hidratantes, que repõem a umidade natural dos fios, transformando as madeixas ásperas em madeixas suaves. Geralmente os cabelos são ressecados nas pontas e oleosos nas raízes, o que requer dois shampoos, um para cada imperfeição, motivo pelo qual as pontas tendem a ficar embaraçadas, espigadas e com fios duplos. Além disso, os cabelos ressecados são difíceis de alisar, então é comum a indisciplina, o frizz e o volume, o que pede um tratamento hidratante.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *